23
Fev 10

"Tudo isto são coisas, coisas que nós podemos amar. Mas não posso amar palavras. É por isso que não aprecio as doutrinas, não têm dureza ou moleza, não têm cores, não têm arestas, não têm cheiro, não têm gosto, nada têm senão palavras. Talvez seja isto que te impede de alcançares a paz, talvez sejam as palavras em excesso. Porque também libertação e virtude, também Samsara e Nirvana são meras palavras. Nada existe que seja o Nirvana; apenas existe a palavra "Nirvana".

Hermann Hesse, "Siddhartha, um poema indiano"

 

Pensemos no que nos rodeia.

Vivemos rodeados de coisas: Coisas que gostamos, coisas que não podemos ver, coisas de que precisamos, coisas dispensáveis ... "Coisas". Uma pessoa dita "normal" definirá "coisas" como materiais, um computador, um livro, uma flor... Há gente que chega ao exagero de incluir pessoas nesta mesma definição - É para vermos o quão unidos somos - e por existir tanta diversidade na definição deste conceito, carinhosamente rotulamos "coisa" como uma "palavra abstracta".

Mas não esqueçamos: uma "coisa" é algo que podemos palpar. Uma "coisa" é algo que tem características próprias, é físico, e é isso que gera tanta dificuldade na explicação exacta do que "coisa" realmente é.

Mas para dizermos, explicarmos ou descrevermos seja o que for, utilizamos sempre um determinado código (seja ele gestual, visual, auditivo ou as três coisas em comum), código esse que nos remete sempre para o que melhor define o que pretendemos comunicar: Palavras.

"Palavra". O que é palavra?

Subversivamente, não fossem ignorar minha (supostamente) tão inocente pergunta ou rotular-me de "idiota" por perguntar algo que é tão básico que deveria saber desde sempre, decidi fazer uma pesquisa (a internet, quando fazemos bom uso dela, acaba por se mostrar uma excelente confidente de perguntas infantis - Pergunto-lhe tudo. É uma "coisa" boa.) para tentar entender o que realmente "palavra" é. A rede devolveu-me isto:

"Uma palavra é uma unidade da linguagem falada ou escrita. As palavras podem ser combinadas para criar frases."

Não me esclareceu, isto é o óbvio que até pequenitos entendem. Provavelmente achou que eu já deveria saber, ou que era demasiado pequena para entender... Mas não desisto!

"Palavra é um conjunto de morfemas"

"Morfemas"? Uma dúvida para pôr a alguém entendido em Gramática.

"No entanto, não é fácil definir o conceito de palavra"

Por fim, algo esclarecedor! Então vem me a parecer que a rede e eu temos a mesma opinião (logo penso que o comum dos humanos que sabe muito destas coisas também terá)!

Pois é, olhando para o que realmente "palavras" são, a definição mais próxima que me aparece é: Um código. Código esse cuja única função é comunicar.

Embora existam diversas formas de utilizar as palavras nunca poderemos realmente defini-las pelas suas diferentes características. Por muito que nos digam, por muito que signifiquem, nunca terão cheiro, nunca terão cor, nunca terão textura ... e se o tiverem será sempre devido a uma coisa que as torna visiveis.

"Palavras" e "Coisas" dois conceitos tão distantes ... Mas tão necessárias uma à outra.

Vou tentar viver um dia em busca do seu verdadeiro significado (só porque não me tinha lembrado disto até agora...) e depois conto-vos a minha aventura.

"Palavras" e "Coisas", poderemos viver sem elas?

publicado por mafaa às 22:09
música: Moving - Macaco

The art of Seeing é parte dos blogs de interesse de misspiafashion.blogs.sapo.pt. Obrigada pelo reconhecimento :D
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

22
24
25
26
27

28


A MUST SEE_IT
Para viajantes aborrecidos: http://conversasdeautocarro.blogs.sapo.pt
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Cautela, que ninguém ouça
O segredo que te digo:
Dou-te um coração de louça
Porque o meu anda contigo


José Saramago, aos seus 18 anos
blogs SAPO