28
Jul 10

"If music be the food of love, sing on ! Sing on till I'm filled, I'm filled with joy !"

H. Purcell

 

Criamos expectativas desde o momento em que nascemos. Ao longo do nosso crescimento, acompanhando o nosso desenvolvimento (desprezemos a sua rapidez, de forma a generalizar a exposição), essa expectativa continua crescendo de forma imparável, até que atinge um ponto alto e passa de pequeno sonho a completa imposição.

E assim, bem miúdos, ainda, decidem tornar-nos advogados, médicos ou qualquer tipo de profissão que ... bem, que seja socialmente bonita.

 

Mas falamos disto como se nos quisessem mal ... Se pensamos assim, estamos COMPLETAMENTE ERRADOS ! No fundo, o que querem é o nosso melhor. Analisam a sua vida e comparam-na com o nosso potencial: E assim olham-nos como a esperança de concretização dos seus sonhos profissionais, esperando que tenhamos uma qualidade de vida superior à deles.

Eu compreendo-os. No entanto, esquecem-se de um factor muito importante: Todos nós somos diferentes, daí, todos nós sonhamos diferente. Sabemos bem que os médicos são benfeitores, os advogados têm o dom da palavra, os engenheiros são muito inteligentes .. e que todos estes são muito bem pagos (é melhor incluirmos também a profissão CR7 na lista destas ultimas, em termos de bom pagamento) mas será o dinheiro o único caminho para uma excelente qualidade de vida ?

 

Não me parece ..

Então como atingir o El Dorado da satisfação humana sem consumismo?

 

Eu cá sou defensora da realização pessoal! Sonhamos ser artistas. Mas isso não dá dinheiro .. depois não podemos viajar sempre. MAS QUEM DISSE QUE ERA ASSIM ? Porque não nos esforçarmos verdadeiramente naquilo que gostamos e nos superarmos (superando outros) e criarmos o nosso próprio caminho ? Porque não nos tornamos os melhores ? Ah, e se pudermos fazer isso acompanhados das pessoas que amamos, ainda melhor !

É que, não é preferível viver "debaixo da ponte" durante 3 anos de insucesso do que ir morrendo durante 40 anos de insatisfação ?

 

Basta vivermos os nossos próprios sonhos para mostrarmos àqueles que, por nos amarem, um dia sonharam demasiado que o nosso caminho, desde que bem construido, pode levar-nos a nossa própria realização social, emocional e profissional.

 

 

publicado por mafaa às 12:10
música: Bang Bang Bang - Mark Ronson & The Business INTL

comentários:
Bastnte filosofico, mas tamebm bastante verdadeiro, excelentes pensamentos :)
Typhonragewind a 15 de Agosto de 2010 às 13:18

The art of Seeing é parte dos blogs de interesse de misspiafashion.blogs.sapo.pt. Obrigada pelo reconhecimento :D
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30
31


A MUST SEE_IT
Para viajantes aborrecidos: http://conversasdeautocarro.blogs.sapo.pt
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Cautela, que ninguém ouça
O segredo que te digo:
Dou-te um coração de louça
Porque o meu anda contigo


José Saramago, aos seus 18 anos
blogs SAPO